Dois Amores e Um Bicho

Em Dois Amores e um Bicho tudo se passa em um zoológico, um pequeno resumo do mundo. Não apenas pelo seu projeto de reunir os animais dos mais diversos cantos, mas também pelas suas tantas grades, pelos seus ruídos, pelos seus ares de festa e ferocidade contidas.

Daí começa Dois Amores e um Bicho. Uma história que envolve uma família, que ao visitar o zoológico, relembra histórias de seu passado, em especial a prisão do pai, por ter assassinado o próprio cachorro. Este retorno é um acerto de contas entre as expectativas familiares, as pressões sociais e a selvageria. Três pressões que não cessamos de domesticar, como fazemos com as feras no zoológico.

A encenação acontece em uma arena, que coloca os atores enjaulados da mesma forma em que os animais do zoológico.

Principal figura do teatro na Venezuela, Ott é um dramaturgo prolífico, bastante encenado em todo o mundo, mas praticamente desconhecido dos palcos brasileiros.

 

 

FICHA TÉCNICA

AUTOR: GUSTAVO OTT
DIREÇÃO: GUILHERME DELGADO
ELENCO: VITOR FRAGA
                   ANA PAULA NOVELLINO
                   YNDARA BARBOSA
                   LUIZ PAULO BARRETO
CENÁRIO: CARLOS AUGUSTO CAMPOS
CENOTÉCNICA: JOÃO BATISTA
FIGURINO: RICARDO ROCHA
ILUMINAÇÃO: DANIEL ARCHANGELO
ASSISTENTE DE ILUMINAÇÃO: DANIELE DE DEUS
PROGRAMAÇÃO VISUAL: NOT.A.PIPE
FOTOGRAFIAS E TEASER: LEANDRO CORRÊA
PRODUÇÃO EXECUTIVA: DANIEL ARCHANGELO
DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: GUILHERME DELGADO 
PATROCÍNIO: MEGHA RESOURCES
APOIOS: INSTITUTO CERVANTES
                  CONSULADO DA VENEZUELA

 

TRAJETÓRIA DO ESPETÁCULO:
TEMPORADA
04 DE JULHO A 10 DE AGOSTO DE 2014 – GALPÃO DAS ARTES DO ESPAÇO TOM JOBIM

 

CRÍTICAS: