Nariz!

Nariz! é uma montagem do famoso conto “O Nariz” de Nicolai Gogol. É o primeiro espetáculo de nossa “Trilogia do Duplo”.

Presente em quase todas as antologias de histórias fantásticas, o enredo se desenvolve a partir de um absurdo: um funcionário do governo acorda sem seu nariz. Começa a procurá-lo por toda a cidade. Quando o encontra, descobre que o dito cujo possui um cargo superior ao seu no governo, e não quer conversar com ele. Mas o funcionário não desiste, parte em busca de jornalistas, policiais, médicos… para tentar recompor seu rosto.

Neste conto, Gogol consegue unificar o absurdo com o cômico, a descrição psicológica do funcionário com a crônica dos hábitos de São Petersburgo, o corpo físico com o corpo social – ambos desestabilizados pela autonomia do nariz.

Também vale ressaltar a agilidade e a ironia do narrador, contando, isto é, fazendo acreditar e desacreditando da história ao mesmo tempo. Às vezes interrompendo o enredo para se dedicar a detalhes, às vezes deixando explicações importantes para o andamento da história de lado. Esta sua autonomia em relação ao enredo e o seu assumir da posição de narrador dão ao conto um ar bastante próximo da literatura do século XX.

FICHA TÉCNICA

AUTOR: NICOLAI GOGOL
DIREÇÃO: GUILHERME DELGADO
ELENCO: LUIZ PAULO BARRETO
               THEO FELLOWS
               SEERGIO SOMENE
CENOGRAFIA: VINÍCIUS LUGON
FIGURINO: ALESSANDRA DE OLIVEIRA
                  BÁRBARA FRIAÇA
                  LEANA SÁ
ILUMINAÇÃO: DANIEL ARCHANGELO
TRAJETÓRIA DO ESPETÁCULO
13 A 30 DE AGOSTO DE 2010 – SEDE DA CIA DOS ATORES